Impressão 3D. Sonhar é possível!

Na década de 80 passava na televisão um desenho animado chamado “Os Jetsons”, muito popular no Brasil no início e meados da década de oitenta. Eu adorava este desenho, lembro-me de ficar dias e dias acompanhando as aventuras desta família “tradicional”, com pai, mãe, filho, filha, cachorro, e até uma empregada robótica chamada Rosie. As histórias do desenho desenrolavam-se em alguma época no futuro onde a tecnologia existente, encontrava-se no seu ápice de desenvolvimento tecnológico

Hoje no presente, ano de 2018, toda vez que vejo uma impressora 3D trabalhar, automaticamente, recordo-me do desenho animado que tantas e tantas vezes animou as minhas tardes pós retorno de escola.

Ao ver o poder de uma impressão 3D materializando objetos ao toque de um botão, produzidos na hora de forma totalmente customizado, fica impossível não traçar uma relação com as maquinas futuristas dos “Jestson” que possuíam todos tipos de aparelhos capazes de materializar instantemente qualquer coisa que se fizesse necessário para a necessidade da família e para o desenrolar das aventuras da animação.

As impressoras 3D vieram para ficar e impactaram a forma de como as coisas são fabricadas, como nunca antes vista na história da humanidade, bem como, a exemplo da internet, revolucionando a forma como as pessoas lindarão com o processo de produção de objetos. Setores como: design, moda, arquitetura, medicina, são as primeiras áreas a usufruírem desta verdadeira revolução, e é só o começo.

Na área da biomedicina os avanços e possibilidades são realmente animadores. Imaginem cultivar biomaterial a partir de células humanas para utiliza-la na produção de partes do corpo? Com baixa ou nenhuma rejeição, e o melhor, acessível a todos! Realizem (no sentindo de imaginar) o que isso poderá fazer com a fila dos transplantes? No alivio que a tecnologia de impressão 3D trará ao sofrimento de pessoas e familiares. E as possibilidades na área da medicina são infinitas, tais como, próteses dentárias, aparelhos auditivos, peças sob medidas para articulações, impressão de órgãos, membros, entre outros.

A tecnologia de impressão 3D será impulsionada cada vez mais e mais, não somente pelos entusiastas da cultura maker, mas principalmente pela geração de novos profissionais de diversos seguimentos, como engenheiros, químicos, mecânicos, eletrônicos, mecatrônicos, industriais, empreendedores. Na inovação de processos de fabricação de aditivos, produção de objetos, fabricação e design na construção civil.

Existem atualmente mais de 250 tipos de materiais diferentes para impressão 3D: titânio, borracha, plástico, vidro, cerâmica, couro, chocolate…sim…CHOCOLATE. Há filamentos metálicos, flexíveis, ultraleves, que transmitem luz, que simulam texturas, e cada dia novas opções são incorporadas ao cardápio para grandes realizações.

A criatividade humana será posta à prova mais uma vez!

Novas máquinas serão criadas, técnicas serão aprimoradas, estruturas cada vez mais complexas serão impressas. O barateamento das impressoras e processos, economia de custos, transformarão todos em potenciais criadores de realidades antes impossíveis de serem sonhadas.

Some-se a isso os avanços da tecnologia de Inteligência Artificial (IA) que recentemente teve uma da sua mais expoente criações, a robô Sophia, agraciada com a cidadania, conferida pela Arábia Saudita, depois de uma apresentação que deixou os lideres deste Estado completamente impressionados.

E tudo isso me traz de volta aos “Jetson”, e mais precisamente ao robô deles, a Rosie. Desde moleque sempre sonhei em um dia possuir o meu próprio robô, uma robô como a Rosie, que pudesse cuidar das minhas coisas, da minha casa, da minha alimentação, enfim, um robô que me auxiliasse na tarefas do dia a dia.

Finalmente diante do avanço da impressão 3D e do progresso nos estudos da Inteligência Artificial, consigo imaginar o que essas duas “força da natureza” poderão realizar juntas, e começo a sonhar em logo-logo ter a minha tão merecida “Rosie”.

Pafraseando o lema dos “Imaginers” (engenheiros criativos dos parques temáticos da Diney):

– Se você pode sonhar, você pode fazer!

Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *